Mapa de riscos

O que é um mapa de riscos

Um mapa de riscos é um elemento muito importante para se entender. Ainda mais, quando o assunto é a segurança do trabalho. Mas do que se trata esse conceito? Como se faz um mapa de riscos? Quais são as funções práticas que esse instrumento desempenha para tornar o ambiente de trabalho mais seguro para os funcionários? Neste artigo, vamos responder a essas e outras perguntas sobre o assunto. Continue com a leitura para esclarecer todas as suas dúvidas a respeito do papel do mapa de riscos na segurança do trabalho.

O que é um mapa de riscos
Fonte: ShutterStock

Entenda o que é um mapa de riscos e qual é a sua origem

Como o próprio nome já sugere, um mapa de riscos é uma avaliação e apresentação dos riscos que existem em um determinado ambiente de trabalho. Trata-se, portanto, de uma representação gráfica dos perigos que o local onde as funções dos trabalhadores serão exercidas pode oferecer.

Normalmente, ele é apresentado de maneira muito específica. A base utilizada é a planta do ambiente de trabalho. Dessa forma, o mapa é traçado através de círculos de cores e tamanhos diferentes de acordo com o risco oferecido por cada ponto do layout do local.

A origem desse instrumento de análise se deu por volta dos anos 60, na Itália. Ela foi gerada pelo movimento sindical italiano. Eles estavam buscando controlar os riscos de um ambiente de trabalho. Por isso, apresentaram um modelo próprio do mapa de riscos. A partir disso, criou-se o que ficou conhecido como o modelo operário italiano, no qual o mapa de riscos era produzido não apenas pelos empregadores, mas também pelos funcionários. Essa cooperação permitiria que todos os riscos fossem de fato reconhecidos, levando em conta a perspectiva dos trabalhadores que estariam em campo lidando com os mesmos.

O modelo só viria a chegar no Brasil na década de 80. Então, em 1992, através da portaria DNSST nº 5, ele se tornou uma medida obrigatória por lei. Assim, de acordo com a portaria, “caberá ao empregador: (…) realizar o mapeamento de riscos ambientais, afixando-o em local visível, para informação aos trabalhadores expostos”. A partir desse momento, então, fazer um mapa de riscos se tornou uma obrigação do empregador. Nascia, ali, um dos mais importantes elementos para a segurança de trabalho brasileira.

Qual é a função de um mapa de riscos e quem o elabora

A função de um mapa de riscos pode ser resumida em uma palavra: Conscientização. Essa é a ferramenta que permite que os funcionários sejam devidamente informados dos riscos de suas funções, o que ajuda muito na prevenção de acidentes de trabalho. Afinal, tendo consciência dos riscos, os trabalhadores ficam mais preparados para agir da maneira correta se algo fora do previsto acontecer.

Quanto à questão de quem elabora o mapa de riscos, a portaria determina que essa responsabilidade cai sobre o empregador. Mais especificamente, a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) da empresa deve trabalhar em conjunto com o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) ou com outras empresas especializadas para formular essa ferramenta.

A formulação do mapa de riscos em si é um exercício de análise e observação. Deve-se conhecer bem o terreno do local de trabalho, bem como os processos que serão realizados nele, e detectar todos os agentes de risco presentes no ambiente. Além disso, é preciso se encarregar a higienização do local e de medidas preventivas contra cada tipo de risco.

É possível contratar uma empresa especializada em segurança do trabalho para formular o mapa de riscos que você precisa. A Infotec Brasil, por exemplo, é uma ótima opção. Visite o site da empresa para obter mais informações.

Saiba Mais!
O que é QSMS - Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde

Sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado

Optar por um serviço de outsourcing realizado por especialistas é uma decisão complexa. Por isso, não deve ser feita de uma hora para a outra. Afinal, esse tipo de procedimento altera o funcionamento interno de uma corporação. Por conta disso, deve ser usado com muito cuidado. No entanto, é inegável que a escolha do outsourcing pode ser muito benéfica para o seu negócio. Dessa forma, trazendo diversas vantagens para a sua empresa. Quando, então, vale a pena optar por esse tipo de processo? Neste artigo, vamos citar alguns dos principais sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado. Continue com a leitura para descobrir quais são eles!

Sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado
Fonte: ShutterStock

Conheça os principais sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado

Antes de qualquer coisa, é preciso explicar que um serviço de outsourcing especializado não é exatamente a mesma coisa que um processo normal de terceirização. Isso porque a terceirização normalmente é voltada para serviços gerais como a limpeza, por exemplo. Enquanto que o outsourcing especializado envolve a contratação de profissionais altamente qualificados. Como o próprio nome já sugere, especialistas em uma determinada área para realizar uma tarefa para a empresa.

Desse modo, é possível observar que, a terceirização e o outsourcing especializado são bem diferentes entre si. Embora sejam formatos de contratação que podem beneficiar muito aos empresários. Ambos, no entanto, estão se tornando cada vez mais populares entre as empresas brasileiras. Isso demonstra quão úteis eles podem ser.

Mas é aí que surge a questão: Quando é uma boa ideia contratar um serviço de outsourcing especializado para a sua empresa? A seguir, vamos citar alguns sinais de que essa pode ser uma possibilidade promissora para o seu negócio. Confira!

Os seus níveis de produtividade estão baixos

Se a produtividade da sua empresa está baixa, é uma boa ideia examinar como está o funcionamento dos seus processos internos e como ele pode ser melhorado. O outsourcing, aqui, costuma surgir como uma solução bastante efetiva.

E por que isso? Bem, porque profissionais especializados terão níveis de produtividade mais altos do que profissionais tentando realizar tarefas de áreas nas quais não estão acostumados a atuar. Ou seja, o outsourcing, ao permitir que você coloque essas tarefas nas mãos de pessoas mais qualificadas, garante que elas serão cumpridas de maneira mais eficiente e muito mais produtiva.

Você está gastando recursos demais com processos internos

Gastar mais recursos do que é necessário com um determinado processo ou operação é um sintoma de uma gestão inadequada. Afinal, se você não tem um conhecimento aprofundado sobre o que está fazendo, fica muito mais difícil detectar gastos desnecessários que podem gerar muito desperdício de recursos para a sua empresa.

Sendo assim, a falta de controle sobre os gastos de recursos é um dos principais sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado. Isso porque a contratação de especialistas garante uma administração melhor dos seus investimentos em uma determinada área, permitindo que você maximize a efetividade dos recursos utilizados.

Seus funcionários estão sem tempo para realizar seus serviços

Uma das grandes vantagens oferecidas pelo outsourcing especializado é a possibilidade de organizar e otimizar o tempo dos seus funcionários. Isso porque, se eles não precisam gastar tempo em tarefas que serão realizadas por especialistas, eles podem focar em suas próprias especialidades, o que otimiza todo o processo de produção.

Diante disso, então, é possível concluir que existem muitos sinais de que a sua empresa precisa de um outsourcing especializado, e não é inteligente ignorá-los. A melhor forma de resolver a situação é com uma empresa competente, como a Infotec Brasil, que possa realizar a terceirização de serviços administrativos para o seu negócio. Visite o site da empresa para saber mais.

Saiba Mais!

O que é o outsourcing especializado

O outsourcing especializado pode ser muito positivo para o funcionamento da sua empresa. Mas você sabe o que isso significa? É mesma coisa que a terceirização? Neste artigo, responderemos essas e outras dúvidas sobre o assunto. Dessa forma, você irá entender o que é o outsourcing especializado e por que ele pode contribuir muito para seu negócio. Continue lendo para saber mais.

O que é o outsourcing especializado
Fonte: ShutterStock

Entendendo o que é o outsourcing especializado

Outsourcing é uma palavra que vem do inglês e que significa “fonte de fora”. No mundo empresarial, esse termo se refere à utilização de mão de obra externa como estratégia de negócios. Um outsourcing especializado, portanto, seria a contratação de mão de obra externa especializada em uma área. Constituindo-se, então, por trabalhadores qualificados.

Desse modo, é possível observar que o outsourcing especializado normalmente diz respeito a tarefas que não são desempenhadas dentro da empresa, ou que fogem muito da proposta da empresa em questão. No entanto, ainda há uma demanda para a execução dessas tarefas. É daí que surge a necessidade da contratação de uma mão de obra externa.

Isso significa que o outsourcing especializado com frequência inclui tarefas relacionadas à administração da empresa. Entre essas tarefas, podemos citar a contabilidade, a tecnologia da informação (TI), o marketing digital, os recursos humanos e diversas outras funções.

O outsourcing é o oposto do insourcing, que é a utilização de mão de obra interna, ou seja, o funcionamento típico da maioria das empresas. Uma nova contratação em uma equipe, portanto, funciona como uma prática insourcing, já que a mão de obra interna se expande para incluir uma nova pessoa para executar uma tarefa. Já no outsourcing, essa tarefa é delegada a um profissional ou a um grupo de profissionais de fora da empresa.

A diferença entre o outsourcing especializado e a terceirização

Diante dessa definição, você pode concluir que o outsourcing especializado é a mesma coisa que a terceirização de serviços. No entanto, existem algumas diferenças entre esses conceitos.

A palavra-chave, aqui, é “especializado”. Isso porque a terceirização normalmente engloba serviços gerais, como limpeza, transporte ou segurança. Já o outsourcing especializado é voltado apenas para tarefas administrativas, muitas vezes burocráticas, que se relacionem diretamente ao funcionamento da empresa.

Vantagens do outsourcing especializado

Agora que você já sabe o que é o outsourcing especializado, é hora de se perguntar se ele é uma boa pedida para o seu negócio. Por isso, vejamos algumas das vantagens desse modelo de contratação.

Redução de riscos

Quando se opta pelo outsourcing especializado, você está contratando uma empresa especialista no setor em questão. Desse modo, os riscos da operação são reduzidos de forma significativa, pois você garante que esse procedimento será realizado por profissionais da área.

Além disso, optar pela mão de obra externa elimina a necessidade da criação de um setor interno para lidar com a tarefa. Isso significa que você não precisa fazer um investimento na criação de um novo departamento, reduzindo os custos e os riscos da empreitada.

Otimização de tempo

Ao contratar mão de obra externa e especializada, a empresa garante uma disponibilidade maior dos seus funcionários, que podem focar em seus próprios setores, sem ter que se preocupar com outras questões. Dessa forma, o tempo é otimizado.

Aumento de produtividade

Ao otimizar o tempo que seus funcionários tem disponível, a produtividade da empresa aumenta. Além disso, também há a eficiência dos profissionais especializados a ser levada em conta, garantido um alto nível de produção para as tarefas delegadas.

É possível concluir, portanto, que o outsourcing especializado pode ser muito benéfico para a sua empresa. Assim, vale a pena procurar uma empresa confiável, como a Infotec Brasil, para a terceirização de serviços administrativos. No mercado há mais de 30 anos, a Infotec garante a excelência em todos os seus serviços. Visite o site da empresa para saber mais.

Saiba Mais!
SMS - Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde

Por que contratar um serviço de gestão de SMS

Por que contratar um serviço de gestão de SMS para a sua empresa? Se você já ouviu falar desse tipo de serviço, deve saber que ele é considerado um grande auxílio para o funcionamento externo e interno de diversas empresas. Mas você sabe as razões para isso? Qual é a importância de uma boa gestão de SMS? Neste artigo, você encontrará as respostas para essas e outras questões relacionadas ao assunto.

Por que contratar um serviço de gestão de SMS
Fonte: Freepik.

 

Entendendo o que é a gestão de SMS

Antes de qualquer outra coisa, é preciso definir o que é uma gestão de SMS. Trata-se de uma ferramenta estratégica de gestão empresarial. A sigla “SMS” significa “saúde, meio ambiente e segurança” e engloba as três esferas sobre as quais essa gestão incide.

O que esse tipo de gestão faz, portanto, é olhar para a empresa como um ser vivo e avaliar os elementos necessários para a sua sobrevivência. Isso inclui garantir não apenas a segurança e a conformidade com as leis dos procedimentos, mas também a sua eficiência e seu nível de custo-benefício. Assim, a gestão de SMS mantém a empresa funcionando da melhor maneira possível, evitando riscos ou desperdícios de recursos desnecessários.

Outro ponto que é crucial para entender essa forma de gestão é a sua metodologia preventiva. A ideia da gestão de SMS é avaliar os riscos para evitar acidentes e prejuízos futuros. Desse modo, o problema é contornado sem que a empresa precise lidar com as consequências dele.

Por que contratar um serviço de gestão de SMS

Agora que você já entende o que é a gestão de SMS, é preciso examinar a importância desse tipo de serviço. Afinal, por que contratar um serviço de gestão de SMS?

Há muitas respostas possíveis para essa pergunta, pois a gestão de SMS traz inúmeros benefícios para as empresas. Vejamos, então, alguns dos principais deles.

Identificação e redução de riscos

Como já foi dito anteriormente, a gestão de SMS se baseia em uma cultura de prevenção. Isso significa identificar os riscos antes deles se transformarem em prejuízos, e trabalhar para reduzi-los com antecedência. A longo prazo, isso faz muita diferença, permitindo que a empresa evite situações prejudiciais.

Facilitação da conformidade legal

Ter problemas com a legislação pode custar muito caro para a sua empresa. Isso é especialmente importante para o Brasil, país no qual estão localizados 98% dos processos trabalhistas do mundo. E contratar um serviço de gestão de SMS é uma boa forma de evitar entrar para essa estatística, garantindo a conformidade legal dentro da sua empresa.

Redução de custos

Uma análise de fora, feita de maneira imparcial, pode detectar inúmeros gastos desnecessários no seu orçamento. A gestão de SMS, portanto, ao otimizar o funcionamento dos processos da empresa, enxuga muitos desses gastos, reduzindo o custo mensal do seu negócio. Trata-se, então, de um investimento que vale a pena, pois traz um retorno significativo para a sua empresa a longo prazo.

Melhoria do ambiente de trabalho

O ambiente de trabalho é a junção de diversos fatores, e, dentre eles, a saúde, o meio ambiente e a segurança são três dos mais importantes. Sendo assim, contratar um serviço de gestão de SMS é uma forma de melhorar o ambiente de trabalho da sua empresa, o que aumenta a eficiência interna.

Garanta uma gestão de SMS para a sua empresa

Sendo assim, fica claro por que contratar um serviço de gestão de SMS pode ser muito benéfico para a sua empresa. É preciso, então, buscar esse serviço com uma empresa bem estabelecida no mercado, que preze pela otimização de processos e a redução de riscos, como a Infotec Brasil. Entre em contato com a empresa através do site!

Saiba Mais!

Por que a gestão de logística e cadeia de suprimentos são fundamentais para uma empresa

Por que a gestão de logística e cadeia de suprimentos são fundamentais para uma empresa? Como empresário, é importante se perguntar essas questões. Afinal, embora esses conceitos sejam muito usados quando o assunto é a gestão e administração de empresas, nem todas as pessoas conhecem seus significados. Por isso, como consequência, não têm noção dos importantes papéis que eles exercem na organização de um negócio.

Sendo assim, nesse artigo, buscamos explicar por que a gestão de logística e cadeia de suprimentos são fundamentais para uma empresa. Desse modo, você pode entender como utilizar esses dois elementos a seu favor.

Por que a gestão de logística e cadeia de suprimentos são fundamentais para uma empresa
Fonte: ShutterStock

Entendendo a gestão de logística e cadeia de suprimentos

Para entender bem a importância da gestão de logística e cadeia de suprimentos para uma empresa, é preciso antes entender no que consistem os dois conceitos.

Comecemos, então, pela cadeia de suprimentos. Trata-se da cadeia que se responsabiliza pelos sistemas operacionais e métodos que estão ligados ao produto, seja de forma direta ou indireta. Ela engloba toda a jornada do produto, incluindo assim estágios como inventário, depósitos, avaliação do nível de satisfação do cliente, etc. É, portanto, uma estrutura que rege todos os procedimentos que envolvem a produção e a venda de um produto. Chamamos a administração dessa estrutura de gestão da cadeia de suprimentos.

Já a logística é uma fase que faz parte da cadeia de suprimentos. Ela engloba tudo que se refere ao movimento físico de um produto, ou seja, seu deslocamento. É através da logística que administramos e priorizamos, por exemplo, os prazos de entrega.

Por que a gestão de logística e cadeia de suprimentos são fundamentais para uma empresa

Uma vez que você entende o que significa gestão de logística e cadeia de suprimentos, o passo seguinte é saber por que eles são importantes para o funcionamento da sua empresa. E a questão, aqui, pode ser resumida a duas palavras: gerenciamento eficiente.

Mas do que isso se trata? Bem, a gestão de logística e cadeia de suprimento têm a função de otimizar os processos de funcionamento e organização da sua empresa.

Para entender como isso acontece, é preciso examinar a jornada de produção e quais os processos que ela envolve. A cadeia de suprimentos é a estrutura que examina tudo, adotando uma perspectiva panorâmica de todos os processos. Sendo assim, ela engloba inclusive as etapas de planejamento, antes que a produção comece de fato a ocorrer. Nessa etapa, são planejados o fornecimento e a demanda do produto.

A partir do momento em que a produção física começa a ocorrer, entramos na etapa da gestão de logística. Então, tudo que envolve o movimento físico do produto é incluído nesse estágio. E o que é essencial, aqui, é a possibilidade de diminuir custos com uma administração mais eficiente.

Além disso, é importante citar que a boa gestão de logística e cadeia de suprimentos é fundamental para melhorar a experiência do cliente com a sua empresa. Afinal, esses processos cuidam da jornada do produto até as mãos do cliente, o que permite que você trabalhe com prazos melhores e mais satisfatórios.

Como administrar esses processos

A melhor forma de lidar com a gestão de logística e cadeia de suprimentos da sua empresa é através da terceirização de serviços para uma empresa experiente e estabelecida no mercado, como a Infotec Brasil. O trabalho oferecido busca implementar um modelo de gestão e controle que garanta um funcionamento mais eficiente de todas as empresas clientes. A Infotec Brasil tem atuação em todo o território nacional, sempre buscando a eficácia na realização de projetos. Quer saber mais sobre o nosso trabalho? Entre no nosso site para obter mais informações.

Saiba Mais!