Ser marítimo nos coloca diante de vários desafios. Mas quem não quer ter desafios à vencer na vida?

Os desafios da navegação

O primeiro desafio é a formação, escolher Náutica/convés ou Máquinas, tudo vai de acordo com a aptidão de cada um. Ingressar na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante, a EFOMM, se inscrever no CEFAQ ou CAAQ, cursos de formação.

Não importa o curso, qualquer um vai exigir muito estudo, dedicação e treinamentos que são necessários para formar os melhores homens e mulheres do mar.

No final, quando você alcança a sua CIR, que é o documento que te habilita a trabalhar em uma embarcação ou unidade marítima, a sensação de conquista é indescritível.

Operação de descida de mangueira de offloading de navegação

Então você vai para o desafio de buscar um lugar no mercado de trabalho, e quando você consegue, quando você parte para a sua primeira jornada de singrar os mares, colocar em prática em um Navio de Cabotagem, Navio Petroleiro, embarcações de apoio offshore ou unidades como plataformas de petróleo, tudo o que você aprendeu na escola, e ter a humildade de aprender com os mais antigos, isso é sensacional.

*Profissional sendo embarcado de uma lancha de troca de turma para uma unidade de perfuração.
*Profissional sendo embarcado de uma lancha de troca de turma para uma unidade de perfuração.

Vem o desafio da adaptação, ficar distante da família, amigos, perder um pouco a vida social, se adaptar à rotina de bordo, horários para tudo, hierarquia, para que haja o respeito e disciplina para que todos possam realizar suas funções.

À bordo todos dependem uns dos outros, nos tornamos uma família.

Tudo isso é compensado com a oportunidade de conhecer novos lugares, novas culturas. O tempo no mar varia de empresa para empresa; existem as escalas 14/14, 28/28 e a 60/60.

Não importa a escala você vai se adaptar ao confinamento, às aventuras de enfrentar intempéries do mar, aprender a lidar com pessoas de vários níveis culturais e de várias nacionalidades, todos esses desafios e aventuras são compensados com o seu retorno ao lar, encontrar sua família e amigos; e, orgulhoso relatar cada aventura e aprendizado vivido.

E o mais gostoso, você sente a falta de voltar para o mar.

Infotec Brasil assinou mais um contrato com a Petrobras onde passará a ser a responsável pela execução dos serviços de gestão ambiental nas áreas de influência dos empreendimentos terrestres e marítimos da UN-RNCE

No início eu escrevi, escolher o mar como escritório, escolher a navegação como profissão, disse que é um desafio.

Finalizo dizendo que esse desafio que assumi à vinte e sete anos atrás é a escolha que eu carrego como maior orgulho na minha vida. Hoje sou um homem do mar melhor que ontem e serei amanhã um homem do mar melhor que sou hoje.

Hoje meu desafio é junto com a Infotec Brasil nesse universo marítimo, embarcando em FPSOs e SSs da Petrobras, em um grupo total de 128 pessoas que operam em 12 unidades de produção diferentes ao longo da costa brasileira.

Bons ventos à todos!

Fábio Cunha / Mestre de Cabotagem / Infotec Brasil