EPI e EPC: entenda as funções

Você já ouviu falar de EPI e EPC? Essas são duas siglas muito importantes para a área de segurança de trabalho. Ambas se referem a equipamentos de proteção. Eles devem ser usados por funcionários na realização de certas tarefas para garantir um procedimento seguro. Nesse artigo, falaremos um pouco sobre esses dois tipos de equipamentos. Continue lendo para aprender.

EPI e EPC: entenda as funções

Fonte: Freepik

EPI: Equipamento de Proteção Individual

A primeira sigla que é preciso aprender é EPI, que significa Equipamento de Proteção Individual. Esses são dispositivos ou produtos que protegem o trabalhador de riscos que ameaçam sua segurança ou saúde na exerção de suas atribuições.

Como o próprio nome já sugere, o uso dos EPIs é individual. Ou seja, um EPI é usado apenas por uma pessoa por vez, e protege apenas aquela pessoa durante seu uso. Sua função não é impedir acidentes.  A função do EPI é fornecer proteção para minimizar possíveis danos ou consequências de um acidente no ambiente de trabalho.

Para garantir a segurança do usuário, o contratante deve fornecer esses equipamentos aos seus funcionários sem nenhum custo. De acordo com a Norma Regulamentadora 6, é obrigatório que esses equipamentos estejam em perfeito estado de conservação e funcionamento.

Alguns exemplos de equipamentos de proteção individual são: capacetes de segurança, protetores auriculares, coletes, luvas, braçadeiras, respiradores, óculos de proteção, máscaras, abafadores de ruído, etc.

EPC: Equipamento de Proteção Coletiva

Já o EPC, por sua vez, se refere a um Equipamento de Proteção Coletiva. Esses dispositivos ou produtos têm a função de proteger um grupo de trabalhadores, tornando a realização de suas funções mais segura.

Por serem de uso coletivo, os EPCs são instalados no ambiente, e não nos indivíduos. Sendo assim, normalmente, um EPC faz parte do ambiente de trabalho. Desse modo, ele cumpre o papel de minimizar os riscos envolvidos na tarefa em questão. Isso envolve riscos não apenas para os trabalhadores, mas também para o meio ambiente.

O uso de EPCs é regulado pela Norma Regulamentadora 4. Ela demarca critérios para a organização dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT). As empresas e órgãos públicos têm que, obrigatoriamente, providenciar esses serviços para garantir a integridade da saúde do trabalhador no ambiente de trabalho.

Alguns exemplos de equipamentos de proteção coletiva são: sensores de presença, chuveiro para lavar os olhos, sistema de iluminação de emergência, fita de sinalização, cones, alarmes, barreiras contra a radiação, placas de sinalização, barreiras contra a luminosidade, etc.

EPI e EPC: como usá-los

Antes de mais nada, é preciso ressaltar que EPI e EPC não são tipos de equipamentos mutuamente exclusivos. Ou seja, em outras palavras, ter um não elimina a necessidade de ter o outro. Na verdade, equipamentos de ambos os tipos devem estar presentes para providenciar segurança aos funcionários.

A verdadeira questão, então, se torna avaliar os riscos do procedimento que será realizado. Será a determinação desses riscos que vai estabelecer quais equipamentos serão necessários para a realização da tarefa. Isso acontecerá independentemente de serem equipamentos de proteção individual ou coletiva. O SESMT realiza essa avaliação, junto com a CIPA e os trabalhadores da área.

Finalmente, é necessário que o empregador providencie o treinamento adequado. Dessa forma, os funcionários poderão usufruir dos equipamentos com plenitude. A empresa deve garantir treinamento de uso, guarda e conservação de todos os equipamentos utilizados.

Fica claro, então, a importância de termos como EPI e EPC para a área de segurança do trabalho, essencial para o sucesso de qualquer projeto. Para garantir, então, a integridade e a eficiência dos procedimentos da sua empresa, é uma boa ideia contar com a ajuda de uma companhia especialista no assunto, como a Infotec Brasil.


0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*